Um Mundo entre outros Mundos.

©Todos os Direitos Reservados.
Iorana Korua/Koho-Mai/Bem-Vindo/Yaa'hata'/Che-Hun-Ta-Mo/Kedu/Imaynalla Kasanki Llaktamasi/Welcome/Tsilugi/Mba'éichapa/Bienvenido/Benvenuto/Yá´at´ééh/Liaali/Bienvenue/Welcome/Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Mari Mari Kom Pu Che/Etorri/Dzieñ Dobry/Bienplegau/Καλώς Ήρθατε/ Kamisaraki Jillatanaka Kullanaka/Sensak Pichau!!

23.1.10

Itália

Photobucket


Espaço Curvo e Finito


Oculta consciência de não ser,
Ou de ser num estar que me transcende,
Numa rede de presenças e ausências,
Numa fuga para o ponto de partida:
Um perto que é tão longe, um longe aqui.
Uma ânsia de estar e de temer
A semente que de ser se surpreende,
As pedras que repetem as cadências
Da onda sempre nova e repetida
Que neste espaço curvo vem de ti.

José Saramago

14 comentários:

  1. Me encantó la foto Sill!...pura melancolía trascendental los versos de Saramago.


    un abrazo!

    ResponderExcluir
  2. Sill j'aime bien ces images de ton coin de pays !

    ResponderExcluir
  3. This photo has something quite interesting, a charm, and a mystery too. something very different from what we have here. You indeed do good photography.

    RG

    ResponderExcluir
  4. Suzanne, Je vous remercie pour vos paroles ...

    ResponderExcluir
  5. Thank you Roger for advice and encouragement.

    ResponderExcluir
  6. bellissima foto Sill, dove l'hai scattata nelle Marche, in Umbria o in Toscana?

    un abbraccio

    ResponderExcluir
  7. Bonita fotografia, uma perspectiva bem estudada.
    Boa semana
    Maria

    ResponderExcluir
  8. hermosa foto y las palabras de Saramago acompañan de maravillas

    ResponderExcluir
  9. Grazie Giordan.
    No, questa foto ho preso in Liguria ...

    ResponderExcluir
  10. Magnifica composicion y excelente luz.

    Me gusta mucho

    ResponderExcluir

A sua opinião é muito importante para mim.



... as palavras não são mais concebidas ilusoriamente como simples instrumentos, são lançadas como projeções, explosões, vibrações, maquinarias, sabores: a escritura faz do saber uma festa. (...) a escritura se encontra em toda parte onde as palavras têm sabor (saber e sabor têm, em latim, a mesma etimologia). (...) É esse gosto das palavras que faz o saber profundo, fecundo.
Roland Barthes

Tradutor

"Quando o mundo se tornar confuso, me concentrarei em fotografias.
Quando as imagens se tornarem inadequadas, me contentarei com o silêncio."
Minha foto
Porto Alegre, RS, Brazil
Fotografia e Arte Digital.
Todas as fotografias e imagens aqui publicadas são da minha autoria.
Nenhuma destas fotos/imagens poderá ser utilizada sem o consentimento prévio.